sábado

O dia em que o governo sumiu

Enquanto o titular viajava pelo norte da África, o sub do Ministério do Desenvolvimento achou que era hora de dar uma guinada de 180 graus na orientação oficial brasileira de comércio exterior e decidiu tomar uma medida protecionista radical. O funcionário resolveu exigir licença prévia para importação de 60% dos itens da pauta brasileira de compras externas, algo como 3 000 produtos. O ministro viajante não foi informado, o da Fazenda tomou conhecimento pelos jornais e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva só soube o que estava em curso quando chegaram a seus ouvidos avaliações dos efeitos desastrosos sobre o coração da atividade produtiva do país. A loucura durou 48 horas. Ela foi suspensa por ordem do presidente Lula, que a classificou de "um erro fenomenal". Resolvido? Longe disso.

É muito bom que o presidente tenha agido rapidamente, mas a situação toda é um péssimo sinal de falta de diretrizes, coordenação, clareza e linha de comando na Esplanada dos Ministérios. Absorvido pela missão que se colocou de viabilizar a candidatura de Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil, o presidente Lula a inclui em quase todas as suas viagens, que, como se sabe, são de duração e frequência incomparáveis na história republicana brasileira. Se o governo fica à deriva sem Lula e Dilma por perto, o país tem um problema sério. O quadro é alarmante se tomado como um teste da prontidão do governo brasileiro para enfrentar com rapidez e acerto os desafios propostos pela atual crise financeira mundial. Está-se diante de um sorvedouro de riqueza de causas complexas, abrangência profunda, diagnóstico confuso e tratamento desconhecido. É uma falha sistêmica cuja virulência se avoluma a cada dia. Esse fenômeno tem potencial para desestabilizar até mesmo as economias mais sadias, como, sem dúvida, é o caso da brasileira. Toda a atenção é pouca. Não é aceitável agora baixar a guarda, seja qual for a razão alegada para isso. Um momento de desgoverno nesta hora grave pode ser fatal.

(VEJA 1 - Carta ao leitor: O dia em que o governo sumiu, por Reinaldo Azevedo)


5 Comments:

At 5:05 PM, Blogger Laguardia said...

Não sou jornalista nem escrito. Se quer escrevo bem. Sou aposentado. Meu imposto de renda é retido na fonte pelo INSS. Já nosso querido apedeuta tem sua receita de INSS como anistiado político acima do teto do INSS livre de IR.
Minha forma de lutar contra os desmandados implantados por este governo corrupto no Brasil é através de um blog http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/
Gostaria de contar com a presença e dos comentários das pessoas de bem que não se conformam com a desonestidade, a falta de ética e a corrupção em nosso governo.
Um grande abraço
Laguardia

 
At 6:16 PM, Blogger Laguardia said...

Amigos.
Não sou jornalista nem escrevo bem.
Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

 
At 8:31 PM, Anonymous Carlos Caldas said...

Olá,

há muito não posto nada na blogosfera, na verdade, desde o finado euodeiolula...
Estou agora de volta com um espaço, mas, sem uma necessidade de periodicidade definida como o anterior.

Veja que mesmo depois de tanto tempo os desmandos continuam o mesmo.

Abraço.

 
At 12:09 AM, Blogger Fernando said...

Meu amigo estamos formnando um grupo de blogueiros para fazer uma resistência aos desmandos e sacanagens desse desgoverno.
A imprensa não faz muito pela verdade, sabemos que milhares de pessoas lêem os blogs diariamente e a idéia é fazer com que um grupo de blogs poste denuncias ou notícias que não saem na imprensa todos ao mesmo tempo formando uma corrente de pressão e formação de opinião.
Se você quiser participar com a gente é só ir ao meu Blog e copiar o selo e colocar na sua página, é uma forma de mostrar que quando há união existe força.

Abraço
Fernando

 
At 9:35 AM, Anonymous Santa said...

Ex

Agradeço a solidariedade e a força dada ao Blog da Santa, o que me ajudou a continuar... Agora, em novo endereço... Bjs

 

Postar um comentário

<< Home