quinta-feira


Gastos da União com premiações alcançaram R$ 33,8 milhões em 2007

Os gastos da União no ano passado com a concessão de prêmios a políticos, autoridades, personalidades, entre outros, foram os maiores desde pelo menos 2003. A conta paga pelos órgãos públicos para custear “premiações culturais, artísticas, científicas, desportivas e outras”, somou o montante de R$ 33,8 milhões, incluindo dívidas de anos anteriores (restos a pagar). O Ministério da Cultura (MinC) foi o órgão que mais gastou com essas homenagens descritas no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi). Foram R$ 28,8 milhões pagos com os serviços, o equivalente a 85% do valor total desembolsado (veja tabela). O Rio de Janeiro foi o estado que mais gastou, R$ 9 milhões, ou seja, cerca de um quarto do total gasto em todo o país no ano.
Matéria completa

Para não dizer que não falei de flores: na foto Lula e o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, condecorado na cerimônia de Imposição de Insígnias e Medalhas da Ordem de Rio Branco (Brasília, DF, Palácio Itamaraty, 01/09/2005) Foto: Ricardo Stuckert/PR